Diferença Hipnose e Hipnoterapia

Diferença, Hipnose, Hipnoterapia | Mentecina

Diferença Hipnose e Hipnoterapia

Existe uma certa diferença entre essas duas palavras, o correto é afirmar que está fazendo uma hipnoterapia e não hipnose, quando se está tratando de algo relacionado à saúde ou para obter melhorias na performance mental.

O que hipnose?

A hipnose é o recurso ou meio de guiar alguém para o estado de transe. Alguns especialistas definem o estado de transe de maneira diferente, mas quase sempre se referem a:

  • Um profundo estado de relaxamento.
  • Hiperfoco e concentração.
  • Maior sugestionabilidade.

São estados comuns, pois a maioria de nós entra e sai do estado de transe regularmente. Se você já trabalhou em seu trajeto diário, caiu em um devaneio enquanto ouvia música ou se encontrava imerso no mundo de um livro ou filme, você já estava em estado de transe.

A única diferença entre a hipnose e esses estados de transe diários é que, na hipnose, alguém induz o estado de transe com algum objetivo como a cura, descoberta ou alívio do estresse, etc.

O que é hipnoterapia?

Para entender a diferença entre hipnose e terapia, pense na hipnose como uma ferramenta e a hipnoterapia como o uso de uma ferramenta, ou seja, a hipnoterapia é a prática da hipnose para fins terapêuticos.

Em outras palavras, se você é um terapeuta profissional de saúde mental ou médico e está usando hipnose para ajudar um cliente a superar uma condição mental ou física, você está praticando hipnoterapia.

O estado de transe hipnótico é uma ferramenta extraordinariamente flexível para resolver problemas de saúde mental e física. Aqui estão apenas algumas maneiras de profissionais de saúde mental e médicos usar hipnoterapia:

  • Ajudar as pessoas a parar de fumar ou reduzir o consumo em excesso de alimentos, concentrando suas mentes e sugerindo um comportamento mais saudável.
  • Acessando a ligação mente-corpo para o alivio de dores crônicas e agudas, inclusive durante a cirurgia e o parto. Hipnoterapia também se mostrou eficácia contra as aflições físicas teimosos como SII (Síndrome do Intestino Irritável) e problemas dermatológicos.
  • Mergulhar profundamente na mente subconsciente para descobrir e tratar as causas de problemas de saúde mental, como depressão, ansiedade, dependências, transtorno de stress pós traumático.
  • O estado de transe é a chave para desvendar as profundezas ocultas de nossas mentes, memórias e motivações.

O que a ciência diz?

Como esse tipo de terapia fornece acesso instantâneo à mente subconsciente, muitos terapeutas acham que a hipnoterapia é mais eficiente que as técnicas tradicionais de terapia.

Podem ocorrer em não entender por quê fazemos algo ou por quê sentimos algo e não fazer sentido racional. A hipnoterapia acessa as crenças emocionais que estão descontroladas e nos permite cair sob a parte racional da nossa mente.

Embora a hipnose tenha sido controversa, a maioria dos médicos concordam que ela pode ser uma técnica terapêutica poderosa e eficaz para uma ampla gama de condições, incluindo distúrbios de dor, ansiedade e alterações do humor.

A medicina em várias partes do mundo sugerem que a inclusão de procedimentos hipnóticos pode ser um complemento benéfico no processo e tratamento em uma ampla gama de condições e problemas encontrados na prática da medicina, psiquiatria e psicoterapia.

O avanço da tecnologia de imagem cerebral nos dá uma chance maior para analisar as manifestações físicas da hipnoterapia. Quando examinaram os cérebros de 57 indivíduos submetidos à hipnose, os pesquisadores de Stanford relataram que as seções do cérebro associados à percepção e a mudança mostraram “atividade e conectividade alteradas”.

Cancelar comentário